RWE vai cortar 2.500 empregos em geração de energia na Alemanha, diz fonte

DUSSELDORF, Alemanha, 6 Nov (Reuters) - A RWE, segunda maior concessionária da Alemanha, vai cortar cerca de 2.500 postos de trabalho em seus negócios de geração de energia no país ao longo dos próximos anos, disse uma fonte familiarizada com os planos nesta quarta-feira.

Em uma investida para lidar com a fraca demanda de energia na Europa e com as deficitárias usinas de energia, a RWE também irá cortar postos de trabalho em geradoras de energia na Grã-Bretanha e Holanda, disse a fonte.

De acordo com informações obtidas pela Reuters mais cedo, cerca de 3.400 postos de trabalho podem ser eliminados no total.

Porta-vozes da RWE se recusaram a comentar o assunto, fazendo referência à divulgação dos resultados da companhia para os primeiros nove meses do ano em 14 de novembro, quando mais detalhes serão disponibilizados.

Além disso, a RWE também está planejando reduzir pela metade o número de funcionários da sua unidades de energia renovável Innogy, que atualmente emprega 1.500 pessoas, segundo o jornal alemão de negócios Handelsblatt, citando fontes da empresa.

Uma porta-voz da Innogy confirmou que há um programa de reestruturação em curso, mas acrescentou que a maioria dos empregados que deixarem unidade vão continuar a trabalhar em outras partes da RWE.

(Reportagem de Tom Kaeckenhoff)

See all articles from Reuters
Loading...

Friend's Activity