Morre autor norte-americano Tom Glancy, aos 66 anos

2 Out (Reuters) - O autor norte-americano de best-sellers Tom Clancy, cujos thrillers de espiões e submarinos fascinaram leitores com histórias cheias de detalhes sobre operações e especialistas militares, morreu os 66 anos, informou a editora do escritor.

"Estamos tristes pelo falecimento do querido autor best-seller Tom Clancy. Fãs em todo o mundo, incluindo nós, vão sentir muita falta dele", disse a editora Penguin Books EUA em sua conta no Twitter.

O selo G.P. Putnam's que aparece nos livros de Clancy é uma unidade da Penguin.

Clancy morreu no Hospital Johns Hopkins, em sua terra natal, Baltimore, no Estado de Maryland, de acordo com relatos da mídia norte-americana. Uma porta-voz do hospital não estava imediatamente disponível para confirmar a informação.

Os 20 livros de Clancy, começando com "A Caçada ao Outubro Vermelho" (1984) e passando por "A Soma de Todos os Medos" e "Rainbow Six", além do próximo lançamento "Command Authority", não só foram sucesso de vendas, mas também inspiraram filmes de Hollywood e uma série de jogos de videogame, lançada pela Ubisort Entertainment.

O livro mais recente de Glancy, "Threat Vector", estreou no topo da lista dos mais vendidos da Publishers Weekly em dezembro de 2012.

Numa entrevista em 1992 com o jornal The Baltimore Sun, o autor atribuiu muito de seu sucesso à "sorte", dizendo que teve uma educação norte-americana de classe média normal.

"Eu era um pouco nerd, mas uma criança completamente normal", disse Clancy ao jornal.

(Reportagem de Scott Malone)

See all articles from Reuters
Loading...

Friend's Activity