Chairman da Tel Italia renunciará em reunião desta 5a-feira--fonte

MILÃO (Reuters) - O presidente do Conselho da Telecom Italia, Franco Bernabè, renunciará no início da reunião da diretoria nesta quinta-feira, disse uma fonte com conhecimento da situação.

A saída do executivo de 65 anos de idade, que está no comando da empresa em dificuldades há seis anos, ocorre após um conflito de estratégia com os investidores Telefónica, Intesa Sanpaolo, Generali e Mediobanca.

Após o anúncio no mês passado de que a espanhola Telefónica havia obtido um acordo para gradualmente tomar o controle da Telco, a holding que controla a Telecom Italia com uma fatia de 22,4 por cento, a saída de Bernabè passou a ser vista como cada vez mais provável.

Seu substituto terá o desafio de cortar a dívida de cerca de 29 bilhões de euros da Telecom Italia, uma das maiores empregadoras do setor privado italiano, assim como reverter anos de baixo crescimento e impulsionar o preço de suas ações.

Uma segunda pessoa com conhecimento direto da situação disse que o vice-presidente de operações, Marco Patuano, provavelmente substituirá Bernabè como presidente-executivo, enquanto o chefe do Poste Italiane, Massimo Sarmi, pode se tornar o chairman.

As indicações provavelmente não ocorrerão na reunião desta quinta-feira e levarão algumas semanas para ocorrer, disse a segunda fonte.

Um novo presidente-executivo eleva a possibilidade de que a Telecom Italia coloque a unidade brasileira TIM Participações à venda para ajudar a cortar dívida e financiar investimentos domésticos.

Bernabè buscava apoio para um aumento de capital de cerca de 5 bilhões de euros para evitar um rebaixamento da nota de crédito da Telecom Italia para "junk".

(Por Stefano Rebaudo)

See all articles from Reuters
Loading...

Friend's Activity